terça-feira, 27 de setembro de 2016

Sindicato entrega donativos à Fundação José e Auta Gomes









      Na manhã deste dia 27 de setembro o presidente do Sindicato, Luiz Carlos Cabral, procedeu à entrega dos alimentos arrecadados no Torneio Integração Delmar Fagundes Dias (Zicão), realizado no último sábado. O líder sindical entregou mais de 80 kg de alimentos, entre arroz, feijão, massa, açúcar, caixas de leite, entre outros,, à equipe da Fundação Geriátrica José e Auta Gomes. 
      A todos que colaboraram, atletas, diretores e ao público que participou nosso muito obrigado. Os cerca de 80 kg de alimentos, que incluíram também caixas de leite, são importantes para a manutenção das atividades desta importante instituição voltada ao cuidado dos idosos em Bagé.

domingo, 25 de setembro de 2016

Embalagem Marfrig Bagé é campeã do Torneio Integração Delmar Fagundes Dias









      Treze equipes no masculino e duas no feminino participaram no último dia 24 do Torneio Integração Delmar Fagundes Dias (Zicão), em uma homenagem realizada pela diretoria do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região ao ex-presidente da entidade. A competição, realizada no ginásio poliesportivo do sindicato, teve também um caráter beneficente, já que a inscrição foi um quilo de alimento/litro de leite ou pacote de fralda geriátrica por atleta, que será destinado à Fundação Geriátrica José e Auta Gomes. Dentro de quadra, destaque para a final entre Embalagem (Marfrig/Bagé) e Ibbis FC (do Pampeano Alimentos, de Hulha Negra), que empataram em 2x2. A disputa foi para os pênaltis, onde o time da Embalagem levou a melhor e conquistou o troféu. O terceiro lugar ficou com o FC Celtics. 
      No naipe feminino, melhor para a equipe do Marfrig/Bagé, que venceu o Pampeano na final por 4x0. Nas premiações individuais, o troféu Disciplina foi para a equipe do Embalagem (Marfrig/Bagé). O goleiro menos vazado foi Bruno Pereira (Embalagem Marfrig/Bagé). O goleador do torneio foi Michel Nunes (Limpeza Noturna - Pampeano Alimentos). 
      "Acreditamos que esse tipo de competição é importante para integrar os trabalhadores dos frigoríficos e em breve vamos fazer um torneio semelhante para podermos abranger os demais setores da alimentação, como padarias, engenhos, indústrias de laticínios, pequenos frigoríficos e outros", ressalta o presidente do STIA/Bagé, Luiz Carlos Cabral. E a lembrança de Delmar Fagundes Dias também foi importante. "O Zicão foi um presidente que era incentivador da prática esportiva, tanto que teve a iniciativa, em sua gestão, de construir o ginásio do Sindicato. Nada mais justo que fazer esse reconhecimento dando seu nome ao Torneio Integração", complementa Cabral. 
      Nos próximos dias os alimentos arrecadados (que ainda vão ser contabilizados) serão entregues à Fundação Geriática. "Sabemos das dificuldades enfrentadas pela instituição e por isso todos nós decidimos colaborar", frisa Cabral. 

TST garante ao STIA/Bagé legitimidade para representar trabalhadores em ação sobre minutos de preparo



      Em uma decisão unânime da Seção de Dissídios Individuais I do Tribunal Superior do Trabalho, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região (STIA) foi considerado parte legítima para representar os trabalhadores do Marfrig/Bagé e do antigo Frigorífico Mercosul em ação visando ao pagamento de valores referentes à troca de uniforme e registro do ponto. As empresas entraram com embargos de divergência no TST ao alegar que a causa envolvia um direito heterogêneo, dependendo de cada caso. 
      O Departamento Jurídico do Sindicato, representado in loco pelo advogado Álvaro Pimenta Meira, apresentou sustentação de que embora o trabalhador tenha quantidade de horas para reivindicar de forma individual, a origem comum era a mesma: que a empresa frigorífica se valia do tempo dispensado ao registro do ponto e da troca de uniforme. Baseado em decisões já existentes, o a Seção de Dissídios Individuais I deliberou pela legitimidade do Sindicato em representar a categoria no objeto da ação.
      "É uma decisão importante, que se torna uma referência nacional e cria nova jurisprudência sobre o tema", ressalta Meira. 
      O processo agora volta ao Tribunal Regional do Trabalho, em Porto Alegre, para julgamento do mérito sobre o crédito de cada trabalhador. "Agora não se discute mais se o Sindicato pode ou não ingressar com a ação", explica Meira. 

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

STIA sedia debate regional sobre propostas de reformas trabalhista e previdenciária






      O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação de Bagé e região sediou na tarde deste dia 23 a Plenária Regional "Os Desafios da Classe Trabalhadora diante das reformas Trabalhista e Previdenciária propostas pelo Governo Temer". O evento, uma promoção da Regional Campanha e Fronteira da Confederação dos Trabalhadores do Brasil (CTB) reuniu representantes sindicais de diversas categorias e também contou com a presença do prefeito de Bagé, Dudu Colombo.
      O presidente do STIA/Bagé, Luiz Carlos Cabral, realizou a manifestação de abertura da plenária. O dirigente sindical enfatiza que hoje não é possível chegar à aposentadoria com tranquilidade, depois de anos de jornadas de trabalho exaustivas, por causa das propostas governamentais que poem em risco o direito dos trabalhadores. "É um absurdo que tenhamos trabalhadores que precisam participar de mobilizações em defesa de suas categorias com idade avançada porque existem propostas de alteração nas legislações trabalhistas que nada apresentam de bom para melhorar a vida das pessoas", ressalta Cabral. "Vivemos um momento cruel para vários setores em diferentes categorias", complementa.
      O advogado especialista em Direito Previdenciário Luiz Daniel Niewinski abordou as propostas apresentadas pelo governo Temer quanto à reforma da previdência. Entre elas a fixação de idades mínimas para aposentadoria de 65 anos para trabalhadores urbanos e rurais, sejam do sexo masculino ou feminino. "O governo argumenta, entre outras coisas, o envelhecimento da população e que trabalhadores rurais não contribuem para o sistema previdenciário, mas eles contribuem no percentual de 2,1% de sua produção", explica Niewinski. Para o advogado é necessário diferenciar a questão da aposentadoria devido ao tipo de atividade exercida pelo trabalhador. "O que deve haver é um estudo técnico aprofundado, não uma restrição de direitos feita a toque de caixa até porque os benefícios previdenciários tem impacto direto no desenvolvimento e na economia dos municípios", salienta. 
      Além da aposentadoria, as situações envolvendo as pensões por morte (visando à desvinculação do salário-mínimo para tornar o benefício menor), auxílio-doença (cuja proposta é que o prazo para custeio das empresas em relação ao empregado passe dos atuais 15 dias para 30 dias)  e as revisões de benefícios por incapacidade  provocaram debate. "Não é restringindo direitos que sairemos da crise e os trabalhadores devem se mobilizar para que essas propostas não se tornem leis", adverte Niewinski.
      O presidente da CTB no Rio Grande do Sul, Guiomar Vidor, foi um dos painelistas da plenária. Vidor destacou a atual conjuntura política e os desafios dos trabalhadores. O líder sindical elencou conquistas dos trabalhadores nos governos Lula e Dilma, como a evolução do salário-mínimo e o compromisso com a garantia de direitos. Agora, a preocupação é grande com algumas iniciativas apresentadas pela equipe do governo Temer, como a prevalência das negociações coletivas entre patrões e empregados em detrimento da legislação. "Esse tipo de proposta visa acabar com a proteção dos direitos dos trabalhadores", frisa Vidor.
      Outro tema polêmico é a possibilidade de terceirização das relações de trabalho. "Uma terceirização generalizada na atividade-fim da empresa vai significar maior precarização do trabalho, salários mais baixos e perda de direitos", afirma o presidente da CTB. As lideranças sindicais também apontam o temor de que as propostas resultem em um desmantelamento do Ministério do Trabalho e, por extensão, da Justiça do Trabalho. Após a manifestação de Vidor foi realizado um debate para esclarecimento de dúvidas por parte dos sindicalistas presentes ao evento. 

Torneio Integração Delmar Fagundes Dias (Zicão) movimenta trabalhadores da alimentação neste sábado



      Será realizado neste dia 24 o Torneio Integração de Futsal em homenagem ao ex-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região (STIA), Delmar Fagundes Dias (Zicão). A competição irá reunir 14 equipes no naipe masculino e outras duas no naipe feminino. O Torneio Integração será disputado no ginásio poliesportivo do Sindicato, na Avenida São Judas Tadeu, 853, a partir das 8h.
      Participam do evento apenas associados ao Sindicato. São quatro equipes do Marfrig/Bagé (Congelados, Embalagem, Abate 1 e Abate 2) e nove equipes do Pampeano/Marfrig de Hulha Negra (Íbis FC, FC Celtics, Limpeza Pátrio, Dinamite, Os Debochados, Limpeza & Cia, Fortaleza, Tendal 1º Turno e Tendal 2º Turno). Os jogos serão disputados no sistema mata-mata - quem perder o jogo é eliminado. Em breve o Sindicato irá organizar outro torneio, desta vez envolvendo trabalhadores associados dos demais setores da alimentação - engenhos, padarias, indústrias de laticínios, pequenos frigoríficos e outros.
      O Torneio Integração terá ainda um caráter beneficente. Como inscrição os atletas vão levar um quilo de alimento não perecível ou um litro de leite ou um pacote de fralda geriátrica, destinada à Fundação José e Auta Gomes. "Além da inscrição dos atletas, toda pessoa que quiser colaborar basta levar o alimento, leite ou pacote de fralda geriátrica ao ginásio que o Sindicato irá encaminhar à instituição", salienta o presidente do STIA/Bagé, Luiz Carlos Cabral. 
      Outro detalhe é que a parida de futsal feminino vai envolver uma equipe do Marfrig/Bagé e outra do Pampeano Alimentos. Haverá troféus para a equipe campeã, vice-campeã, além do troféu para a equipe mais disciplinada no naipe masculino, além de um troféu para a vencedora no naipe feminino. Goleador e goleiro menos vazado vão receber medalhas. 
      Delmar Fagundes Dias (Zicão), que dá nome ao torneio, foi presidente do Sindicato e grande incentivador da prática desportiva. Na gestão de Dias começou a obra de construção do ginásio poliesportivo do sindicato, que hoje leva o nome do ex-presidente. . 

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

STIA/Bagé vai realizar Torneio de Futsal para homenagear ex-presidente Delmar Fagundes Dias

Programação terá caráter beneficente para auxiliar Fundação José e Auta Gomes

Delmar Fagundes Dias foi um dos idealizadores da construção do ginásio poliesportivo do Sindicato

      No dia 24 de setembro o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região (STIA) irá realizar um torneio de futsal em homenagem ao ex-presidente da entidade, Delmar Fagundes Dias (Zicão). A competição vai ocorrer no ginásio poliesportivo do Sindicato, na Avenida São Judas Tadeu, 853, a partir das 8h, reunindo associados do setor da alimentação do município e região.
      As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de setembro no frigorífico Pampeano (com Eduardo), no Marfrig/Bagé (com Moisés) e diretamente na sede social do STIA, na Rua Melanie Granier, 157 (para trabalhadores de padarias, engenhos, laticínios, pequenos frigoríficos e outros). A inscrição terá o valor de um quilo de alimento ou um litro de leite por atleta. Os produtos serão encaminhados à Fundação Geriátrica José e Auta Gomes. "Decidimos realizar o torneio como forma de integrar os trabalhadores e, ao mesmo tempo, colaborar com a Fundação Geriátrica que precisa manter os atendimentos aos idosos. Estamos tentando fazer um pouco por uma instituição que faz muito pela comunidade", ressalta o presidente do STIA/Bagé, Luiz Carlos Cabral.  O líder sindical complementa que as doações estão abertas à comunidade. "Quem quiser deixar sua doação de alimento ou leite nós também vamos encaminhar para a Fundação", reforça Cabral. 
      Haverá troféus para a equipe campeã, vice-campeã, além do troféu para a equipe mais disciplinada no naipe masculino, além de um troféu para a vencedora no naipe feminino. Goleador e goleiro menos vazado vão receber medalhas. 
      "Nada mais justo que homenagearmos nosso ex-presidente Delmar Fagundes Dias (Zicão) com o nome de um torneio, ele que foi um grande incentivador da prática desportiva e que mobilizou os trabalhadores para que o sindicato erguesse o ginásio", reforça Cabral. 

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

STIA/Bagé é homenageado no VI Congresso Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação




      O VI Congresso Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias da Alimentação e Afins, realizado nos dias 25 e 26 de agosto na Praia Grande, em São Paulo, debateu diferentes temas de interesse da categoria em nível nacional. O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Bagé e Região, Cláudio Gomes Gonçalves, participou do evento. Gonçalves atua na Secretaria dos Aposentados da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA). 
      Representaram o Rio Grande do Sul no evento 18 participantes, representando uma abrangência de 61 municípios por meio de nove sindicatos. No evento houve ainda a eleição da Comissão de Ética da CNTA. Os participantes deixaram claro suas preocupações com os rumos do que pode ocorrer com os direitos dos trabalhadores diante das propostas e projetos que estão para serem apreciados no Congresso Nacional. "As mudanças estão por vir se tornarão um desmonte nos direitos dos trabalhadores, o que vai exigir muita luta e união dos sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais", frisa o vice-presidente do STIA/Bagé.
      Também durante o VI Congresso da CNTA foi escolhida uma comissão para visitar senadores e deputados federais visando à discussão dos temas de interesse do setor da alimentação, tendo como representantes gaúchos os líderes sindicais Darci Rocha e Pedro Mallmann. O evento também marcou uma homenagem aos sindicatos filiados à CNTA - e o sindicato de Bagé recebeu uma placa de reconhecimento pelo trabalho realizado.